• Slide 3
  • Slide 1
  • Slide 2
  • Slide 4
  • Slide 5
  • Slide 6

Notícias Ecclesia

Solenidade do Corpo de Deus em Pereira

No dia 20 de junho a Congregação das Servas Franciscanas reparadoras de Jesus Sacramentado viveu na aldeia que é o seu berço espiritual, Pereira, Concelho de Mirandela, a grande solenidade do Corpo de Deus. A Eucaristia iniciou pelo meio dia, presidida pelo Bispo diocesano, D. José Manuel Garcia Cordeiro, e concelebrada pelo Capelão da Casa do Menino Jesus, Cónego Silvério Pires e pelo pároco local, Pe Tiago Alves.

De entre as SFRJS provindas das várias comunidades de Portugal, estavam também presentes outras recém-chegadas de Angola, Brasil e Moçambique, países onde a Congregação está radicada, que vão participar no seu capítulo geral a celebrar na última semana de Junho. Além dos habitantes de Pereira e seus convidados, a Igreja preencheu-se de visitantes também provindos de outras dioceses, alguns que habitualmente participam nesta festa e outros que pela primeira vez quiseram associar-se às celebrações na aldeia eucarística da diocese de Bragança- Miranda. 

D José Cordeiro na homilia saudou os presentes a referiu-se ao fundamento deste Solenidade, dentro da necessidade que a Igreja teve, a partir do século XXIII de sublinhar a força da Eucaristia, para além da celebração. Referindo-se à Liturgia da Palavra, fez notar que S. Paulo apresentava a Eucaristia como um mandato de Jesus: “Fazei isto em memória de mim”, que consiste em “Escutar a Palavra, celebrar o Mistério, fazer a experiência de fraternidade da comunidade, da partilha, e sublinhar sempre que nos reunimos, aquilo que nos torna cristãos”. O Prelado de Bragança-Miranda partilhou que sempre se sente interpelado quando vem a Pereira e se pergunta: “porque venho a Pereira?!” Referiu-se à força congregadora desta aldeia, na celebração da Solenidade do Corpo de Deus, ligando-a à mulher mística a quem Deus deu o dom para a fundação da Congregação das Servas Franciscanas Reparadoras de Jesus Sacramentado, Alzira da Conceição Sobrinho. “Encontrei a resposta no Evangelho de hoje no qual Jesus manda aos discípulos: «Dai-lhes vós de comer!» (…) o pouco bem repartido chega para todos e ainda sobra”. Este episódio evangélico, poderia trazer nova luz à cultura egoísta que nos envolve e é também uma imagem do amor que frutifica na entrega de si próprio. “O amor, disse D. José Cordeiro, é esta doação e esta confiança que foi sentida por Alzira para dar vida a outros. Por isso, quando vimos a Pereira, sentimos este perfume da santidade que lhe reconhecemos”. O Bispo de Bragança, falou um pouco desta mística que soube partilhar o que tinha e contagiar o dom que Deus lhe concedeu e cuja vida perdura na Congregação religiosa a que deu origem.
À Eucaristia seguiu-se a Procissão pelas ruas da aldeia, entre cânticos e orações, pela ininterrupta passadeira de flores que as Irmãs da Casa do Menino Jesus e os moradores de Pereira prepararam com esmero.
A festa continuou com o almoço de confraternização na Casa do Menino Jesus.


Newsletter

Receba as nossas novidades.
Subscreva a nossa Newsletter:

© 2013 SFRJS Todos os direitos reservados